UMA BREVE HISTÓRIA DE VIDA!

Este foi o aniversário de 80 anos do meu avô paterno

” Nasci em Santos, Estado de São Paulo (Brasil) no terceiro dia de um luminoso mês de abril. 

No abrigo de uma família de imigrantes italianos, cresci ao som da tarantela e tive na figura do avô paterno o sentido profundo de um núcleo familiar, com muita música e alegria.

Meu avô paterno agregava todos nós: meus pais, tios, tias, primos, primas…
Formando uma grande família vivíamos em um enorme sobrado, no antigo bairro do Mercado, vizinho ao porto de Santos. Neste sobrado que eu nasci. E como dizia o poeta Mário Quintana, nascer foi “…a principal coisa que me aconteceu”.

Mais tarde, graças aos sacrifícios de minha mãe completei o ensino médio, no “colégio dos meninos ricos”, como ela dizia, em sua peculiar simplicidade.

Adquirida autonomia, a vida acadêmica, na Faculdade de Filosofia da UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS e na UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ampliou a minha visão de mundo e me abriu novas perspectivas profissionais.

Do magistério, em nível médio e depois superior, foi um salto. Percebi muito cedo o espaço sagrado que é uma sala de aula. Com esta descoberta removi limites e transgredi o discurso pedagógico convencional.

Mais tarde, na condição de consultor e palestrante, decidi partilhar com todos as experiências de vida profissional e pessoal que foram adquiridas. Oportunamente, descobri que o conhecimento liberta e nos dá subsídios para o enfrentamento dos desafios da vida.

Como bolsista do Governo do Canadá (1988-1991) me aproximei do prof. Pierre Dansereau, do Instituto de Ciências do Ambiente (ISE) da UNIVERSIDADE DE QUÉBÉC, em Montreal. Dele ficariam inúmeras lições, na área de ECOLOGIA HUMANA, e a mensagem essencial de um verdadeiro modelador de almas:

– Alfredo, você nunca conseguirá ensinar nada a alguém sem conhecer profundamente este alguém…

Outras experiências internacionais como professor convidado em universidades de Portugal, Argentina e Venezuela completaram minha escalada profissional ao nível acadêmico.

Hoje, com toda esta experiência de vida minha proposta é contribuir na criação de ambientes de bem viver,  difundir a importância da busca da felicidade e do bem-estar, estimular a criatividade, a inovação e a visão prospectiva como forma de fortalecer o equilíbrio pessoal.

Santos, 03 de abril de 2020″